Propedêutico

Propedêutico
O que é o SEMINÁRIO PROPEDÊUTICO?

Esse período é “tempo de preparação humana, cristã, intelectual e espiritual para os candidatos ao seminário maior” (Pastores Dabo Vobis, nº 62), organizado como instituição autônoma, distinta e articulada com as outras etapas da formação [...].

Entre os elementos principais constitutivos da programação do propedêutico, destacam-se:

1. Na dimensão humano-afetiva: prioridade ao amadurecimento da personalidade do vocacionado; aprofundamento do discernimento vocacional; aprimoramento da formação humano-afetiva; centralização e atenção especial à pessoa do formando, através de acompanhamento personalizado, psicoterapia, dinâmicas de grupo; promoção do conhecimento de si mesmo, das qualidades, defeitos e limites; orientação sobre a sexualidade masculina e feminina; formação da consciência e do caráter; equilíbrio no relacionamento interpessoal.

2. Na dimensão comunitária: iniciação e aprofundamento da vida comunitária; superação das tendências ao isolamento e individualismo; formação para práticas de acolhida, abertura, partilha e solidariedade; experiências de convivência e trabalho em grupo; superação de apegos pessoais em vista da inserção na comunidade; reconhecimento das qualidades alheias; seriedade nos compromissos assumidos com a comunidade e com os outros.

3. Na dimensão espiritual: aprofundamento da experiência de Deus e de amizade com Jesus Cristo, através da consciência da vocação batismal, da celebração diária da Eucaristia, da leitura orante da Palavra de Deus, das celebrações da Palavra, de métodos de oração e de exercícios espirituais; da confissão frequente e direção espiritual, da devoção mariana e oração do terço; valorização das experiências de fé vividas anteriormente; participação em acontecimentos importantes em nível de Igreja e de congregação religiosa; noções de liturgia e espiritualidade; introdução ao mistério de Cristo e da Igreja, através do estudo do Catecismo da Igreja Católica.

4. Na dimensão intelectual: complementação da formação intelectual (humanística e científica) do ensino médio; metodologia de estudo, leitura e aprendizagem; aperfeiçoamento da língua vernácula; aperfeiçoamento de uma língua estrangeira moderna;  história; formação da consciência crítica da realidade; 

5. Na dimensão pastoral-missionária: iniciação à compreensão da Igreja e do ministério presbiteral; preparação para a vida eclesial, na abertura para a vida missionária, tendo presente alguns meios: observação da caminhada pastoral de uma comunidade; atuação na comunidade eclesial; conhecimento da pastoral orgânica da Igreja local; especial atenção ao desafio da pastoral urbana; experiência em situações-limite que vive o povo; visitas a presídios, asilos, orfanatos, casas de recuperação de drogados; partilhas de experiências; atenção especial a temáticas que envolvem fortemente a humanidade toda, como direitos humanos e aquecimento global.


Fonte: CONFERÊNCIA NACIONAL DOS BISPOS DO BRASIL. Diretrizes para a Formação dos Presbíteros da Igreja no Brasil. Brasília: CNBB, 2010. (Coleção Documentos da CNBB, nº. 93). pp. 67-69).

***Atualmente o Seminário Propedêutico Santo Cura d'Ars da Arquidiocese de Maringá está situado anexo à Paróquia São Sebastião, em Mandaguaçu - PR, sob a reitoria do Pe. Marcos André Oliveira e Direção Espiritual do Padre José Miranda.